Textos

SE DEUS CRIOU TODAS AS COISAS QUEM SOMOS (?!)

Para uma parte da humanidade dizer isso nem será novidade... Havendo pessoas para quem tanto fez como tanto faz, (existindo inclusive pessoas conhecedoras da BÍBLIA que nem estarão preocupadas com isso)...

Existe, até mesmo uma parte da humanidade que acha que a BÍBLIA seria apenas uma lenda religiosa do povo de Israel...

São inúmeras formas de pensar sobre DEUS e as coisas que dizem respeito a DEUS...

Entendo que DEUS criou todas as coisas, conforme está escrito, que:

Tudo fez DEUS formoso no seu devido tempo; Também pôs a eternidade no coração do homem, sem que este possa descobrir as obrasque DEUS fez desde o princípio até ao fim (Eclesiastes 3:11).

Ou seja:

DEUS concedeu inteligência ao ser humano para que o ser humano supere coisas como A famigerada LINHA DA POBREZA que faz a injusta separação entre os próprios seres humanos...

De forma egoística, individualística e exclusivistica o ser humano inventoumeios de aumentar a distância entre pessoas da própria espécie...

O SENHOR e REI JESUS CRISTO (sendo a ESSENCIA e a SEMENTE DO CRISTIANISMO) – voluntariamente tomou o nosso lugar porque nos amou primeiro (morrendo em nosso lugar na Cruz do Calvário), consumando a religação entre o ser humano (criatura) e DEUS (CRIADOR)...

Até mesmo por isso, acredito que o ser humano se acostumou a dizer que crê em DEUS, inventando novidades religiosas, vivendo como se DEUS não existisse...

Considerando que perguntar não ofende, perguntarei duas ou três coisas:

PRIMEIRA: SE DEUS criou todas as coisas quem somos (?!)

SEGUNDA: Você pensa que a existência se limita apenas à nossa passagem nessa terra (?!)

TERCEIRA: E quando a morte chegar (após essa existência) aonde iremos passar a eternidade (?!)

Haveria outras perguntas, mas pense (ao menos) nessas três questões questões essenciais!!!
fchagass
Enviado por fchagass em 04/11/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários


Imagem de cabeçalho: Sergiu Bacioiu/flickr